terça-feira, dezembro 05, 2006

Fui

ao Dentista.
A cada passo que dava a caminho da clínica, o meu sistema nervoso dava-me um choque.
Estava nervosa, muito nervosa.
O cheiro, senti-o assim a porta do elevador se abriu. Apeteceu-me voltar para trás. (medricas...)
Fui uma valente e dei um passo em frente até à recepção.
Fiz a ficha. Não havia cruz para indicar tratamento especial a quem tem fobia a dentistas.
Ouvi o som a broca! Apeteceu-me sair dali a correr.
Tornei a encher-me de coragem e dei mais uns passos até à sala de espera!
Tinha umas telas nas paredes muito giras, até as fotografei. Naquela altura fiz de tudo para me distratir. Aquela espera é horrível.
A tv, ligada no AXN, mostrava uma novela venuzuelana ou columbiana ou outra nacionalidade qualquer.
Fui chamada finalmente.
O srº de bata branca, mandou-me deitar na cadeira. A cadeira dos horrores....
Antes que ele fizesse algo, avisei-o:
"Só quero que saiba que tenho fobia a dentistas"
ele responde-me
"Eu também"

[e não doeu nada, foi apenas diagnóstico. Dia 09/01, já estou de novo e os nervos já andam à flor da pele...]

3 comentários:

Šaяa disse...

Eu acho que é um mito isso do dentista, porque normalmente, aqueles tratamentos que fazem ( tirando arrancar dentes, claro) raramente dói. Mas que faz impressão faz :)

Cris disse...

Eu nunca tive medo de ir ao dentista, até me lembro de ser pequena e ficar contente porque ía ao dentista!
Fui hoje tirar o aparelho! : )

tulipa_negra disse...

quando era miúda gostava de ir porque o meu dentista era um querido e explicava-me tudo tintim por tintim... mas agora... tenho pavor também... só de ouvir aquelas brocas todas até me arrepio!

beijocas