segunda-feira, fevereiro 25, 2008

Não


tenho medo da morte propriamente dita.
Não tenho medo dos momentos que não vou viver.
Das musicas que não vou ouvir e cantar, dos filmes que não vou ver.
O meu maior medo é que não se lembrem de mim.
Por isso distribuo pedaços de mim pelos meus amigos, para que possa ficar na sua lembrança por mais um bocadinho

7 comentários:

Gi disse...

Não te preocupes, não te vamos esquecer, és especial demais para caires no esquecimento.
Eu tenho medo da morte, da minha e da dos outros...

Anónimo disse...

que conversa é essa... :P

pareces os velhinhos! :)

B.

tulipa_negra disse...

acho que as pessoas que nos querem bem nunca se esquecerão de nós... ;-)

bjs

Costinhas disse...

compreendo-te lindamente...

um beijinho

AS disse...

Amiga, não tenha medo! Pessoas como tu nunca se esquecem!

Beijos!

PS - A cada peça surpreendes! :)

Nostálgica disse...

Temos de fazer mesmo com que não se esqueçam de nós. Há que fazer por isso, também..

UM grande beijinho.

M&M disse...

Ja li e reli vezes sem conta... esta tudo aqui!