segunda-feira, junho 28, 2010

Um ano de ti (post atrasadíssimo)

Até hoje tens sido uma criança muito fácil.
O 1º mês foi complicado... nasceste e dois dias depois ficaste amarelo, oh meu deus amarelo... eu que estava preparada para um parto dificil e para uma amanentação complicada, mas não estava preparada para uma criança amarela e a fazer "solário de óculos de sol"...
Ficamos mais dias que o normal na maternidade para tu poderes fazer fototerapia. Fizeste e ao 5º dia de vida chegaste finalmente a casa. E pq estavas amarelo, disseram-me que te devia dar de mamar de 2 em 2 horas. (quanto mais mamasses, mais cocó fazias, logo mais bilirrubina libertavas. E pronto, tu que sempre foste dorminhoco, não acordavas, claro e eu ou o pai tinhamos de te acordar para que tu mamasses. Digamos que não se descansava muito, e ao minimo som emitido por ti eu corria para o berço para ver se estava tudo ok! (mãe de 1ª viagem... acho q é normal) E qd fomos ao pediatra o meu mundo desmoronou... estavas muito amarelo (ainda) e ele achou melhor irmos ao hospital... e aos 11 dias de vida ficaste internado para fazer novamente solário. O que eu chorei sentada numa cadeira ao lado do teu berço. Claro que não tinhas nenhuma doença grave, mas não era este regresso a casa que eu tinha sonhado para nós... Passados 3 dias voltamos a casa, ainda amarelo, claro... e passado um mês quando eu já não me lembrava da ictrícia, ainda tinha visitas que me lembravam...
Mas tirando o nosso pequeno momento amarelo, tens sido um bebé muito traquilo, calmo, sorridente e dorminhoco.
Houve dias em que choraste (claro), e que eu nao fazia a minima ideia do porquê... Muitas dessas vezes o pai contigo ao colo, a tentar acalmar-te perguntava-me: "O que é que ele têm?" como se eu, com o meu novo estatuto de mãe, tudo soubesse... mas as mães não sabem tudo... ao que eu lhe respondia "Não sei"
Um dia descobri que o barulho do aspirador e do secador te acalmava!!! Nesse dia, fiquei alivida... sempre que chorvas sem razão aparente, ligava um dos dois e pimbas certinho direitinho, ficavas quietinho, caladinho e até chegavas a adormecer. Foi uma descoberta muito engraçada.
Até hoje, adormeces ao colo. Tentamos que adormecesses sozinho, mas as coisas não correram bem. Numa das vezes choraste mais de 2 horas... noutra vez, choraste tanto que até vomitaste. Resolvi por o coração ao alto, um dia irás adormercer sozinho, mas por enquanto, eu ou o pai adormecemos-te ao colo, na cadeira de baloiço do teu quarto. E tu até adormeces rápido...
Têns uma adoração especial pelo avô materno. E ele por ti! Se ele entra no sitio onde estás, esteja lá quem estiver, tu dás gritinhos histéricos e "corres" em direção a ele.
Adoras carros, aliás dizes bem a letra "R". Já dizes "carrrrr" e fazes "vrum vrum"
A tua primeira palavra foi o "olá" seguido do mãmã, ca, car, ga, e agora por último o papá.
Já imitas o som de alguns animais, como o porco, o cavalo e ontem aprendeste a imitar o lobo.
Gostas de comer tudo, especialmente se for do prato dos adultos. Comes muito bem e até estás gordinho...
E aos meus olhos, continuas lindo como no 1º dia que te vi! Todos os dias olho para ti e continuo maravilhada com a tua beleza!
Nunca esperei ter um filho assim tão bonito, provalmente todas as mães devem sentir o mesmo... mas passado um ano eu ainda olho para ti maravilhada, tu és muito mais do que estava à espera! E eu amo-te tanto que ás vezes perco a respiração de tanto amor que sinto por ti.
O meu coração fica pequinino quando adoeçes, e enche-se de orgulho quando alguém na rua se mete contigo e te elogia.
Olho para ti e vejo uma criança saudavel e feliz, muito feliz e para mim isso basta!
O meu maior desejo é esse, que tenhas Saúde (muita) e que sejas muito Feliz!
Parabéns Filho!

4 comentários:

Carla Isabel disse...

Mamã babada e linda...
Bjs ao rebento!

Segundo Olhar disse...

Que maravilha, adorei ler este teu texto!

Muitos Parabéns e beijinhos

Sandra V. Silva disse...

Que lindas palavras.
PARABÉNS pelo filho lindo e cheio de saúde que enche as Vossas vidas de Muita Felicidade. É tão bom viver esses momentos. Sou suspeita pois sinto o mesmo.

Bjs

Cris disse...

Parabéns D., tens uns papás muitos babados! :-)
Sim, é verdade, têm razão para isso! ;-)

Bjs a todos.