quarta-feira, novembro 30, 2011

Não

sei o que é pior, uma morte prolongada, em que vemos a pessoa morrer um bocadinho todos os dias, se uma morte repentina.
A morte é sempre a morte. A morte custa, muito, sempre!

Faz uma boa viagem tio M.

3 comentários:

Carla Isabel disse...

um beijinho e um abraço apertadinho para ti querida!

1gota disse...

Também não sei o que será pior...
E custa sempre, de qualquer forma.

um beijinho.

Cris disse...

Nunca é fácil... :-( Bj.