quarta-feira, novembro 23, 2005

Ushuaia

o fim do mundo e o princípio de tudo.
Situada na terra do Fogo, assim lhe chamou Fernao de Magalhaes, ao passar pelo estreito ao qual deu o nome.
Ushuaia, é uma terra muito fria, e os primeiros habitantes, os aborígnes faziam muitas fogueiras para se aquecerem. Eram estas fogueiras que Fernao de Magalhaes via. E assim ficou conhecida esta ilha, a Terra do Fogo.

Neste momento, estamos na primavera. Aqui o sol nasce ás 4 e tal da manha e poe-se quase ás 10 da noite. O que nao nos falta é dia para conhecermos tudo.

O Parque nacional, constituído por florestas densas, lagos e rios gelados, castatas, Montanhas e diques. Povoado por diversos animais, como os coelhos e caminham lado a lado connosco, as raposas que vêm comer á nossa mao, e os castores que fazem enormes diques, para se protegerem dos seus predadores naturais. (Os predadores naturais dos castores sao os ursos, mas eles nao sabem que aqui nao há ursos). Este parque tem uma beleza estrema, tao estrema, que é muito dificl colocar em palavras. Fica a frase do dia, "Isto é mesmo bonito".

A viagem de Catamaram, a "Pinguinera", rumo á ilha onde podemos encontrar uma colonia de pinguins. Esta viagem levou-nos a varias colonias de animais. A primeira, a colonia de "Cormonares Roqueiros" ou "Magallánicos". Estes bichos sao umas aves muito parecidas com os pinguins, de longe podemos confundi-los.
A segunda colonia, de Leoes ou lobos Marinhos, de todos os tamanhos muito juntinhos para se aquecerem.
A terceira de última, a colonia dos pinguins. (Durante o tempo que estivemos parados junto á Pinguinera, estive sempre com um sorriso estúpido da cara e nao o consegui tirar. As lagrimas chegaram a aparecer, tal era a felicidade sentida no momento)
Os Pinguins sao uns bichos muito engraçados. Chegam á beira mar, molham a ponta das patas e começam a correr para longe da água, como quem diz, "bolas está fria". Fazem isto algumas vezes, até que finalmente mergulham de cabeça. Começam a nadar a uma velocidade estonteante. Isto tudo sempre aos pares. O pinguim tem sempre a mesma femea duarnte a sua vida. (romântico, nao?)
Depois do banho e almoço no mar, eles voltam em grupo para terra, e aí é um espetáculo, vê-los sair de dentro de água, é no mínimo uma comédia. Eles fazem a chamada "carreirinha", saem á boleia da onda. Mas a onda tanto dá velocidade para os fazer sair, como para os colocar novamente dentro de água. E muitas vezes parece um jogo de booling. Quando os da frente já estao direitos cá fora, vêm os últimos, com uma certa dificuldade, e atrapalhados com a onda e mandam os outros todos a baixo.
Depois de sairem, é outro espetáculo, ficam muito direitos, abrem um bocadinho as assas e depois abanham a cabeça, para sacudir a água. Depois, ainda com as assas abertas, abanam o corpo e por último só se vê o rabinho a abanar.

Ushuaia, é um dos sitios mais bonitos que já conheci.
(O teclado é melhor, mas mesmo assim ainda faltam alguns acentos)

3 comentários:

Cris disse...

Deve de ser divinal...um amigo meu também já aí esteve e diz que é uma imagem para a vida. Ainda bem que estão a gostar.

Xana disse...

E têm tido sorte com o tempo? Nós apanhamos aí dias fantásticos!! Esse parque natural é tãooooooooo lindo!

Gi disse...

é bom sentir que estão a gostar. fico feliz por vocês.