segunda-feira, abril 16, 2007

era noite e iamos a caminho de casa, cansados.
Numa estrada, encontramos uma carro que ia devagarinho e de vez em quando travava muito. Depois de algum tempo atrás dele, encontramos uma recta, grande onde o podiamos ultrapassar.
Começamos a ultrapassar, ficamos lado a lado com o outro carro. Mas nada mais que isso. O outro carro decidiu ir exactamente à mesma velocidade que nós. Olho para dentro do carro, duas miudas, a rir.
Eu não estava a achar piada nenhuma. E de repente, na recta, que já ia a meio, surge um carro em sentido contrario. E as miúdas lá continuaram naquilo, a acharem imensa piada.
Tivemos de travar [quase] a fundo, para nos conseguirmos colocar novamente atrás delas, e não chocar com um carro de frente.
Tive vontade de lhes partir a cara, eu que nem sou violenta.
Agora pergunto, que tipo de formação têm estas miúdas? Quem as ensinou a conduzir, não ensinou as regras de ultrapassagem? Onde é que estas miúdas tiraram a carta?

5 comentários:

Šaяa disse...

Isso não tem nada a ver com o saber conduzir ou saber as regras de transito!
Tem a ver com a formação, as miudas são parvinhas e acham muito fixe e divertido fazer uma coisa dessas. E é mesmo o tipo de coisa que a seguir se vão gabar aos amigos.

tulipa_negra disse...

não é só a ti que irritam essas coisas, também fico alterada com cenas dessas!
dá vontade de perder o amor ao dinheiro e mandá-las berma fora... abalroá-las, bater-lhe com o carro a toda a força... e depois, sair do carro, agarrar nelas e dar-lhe uns bons tabefes... mas não é possível. as gerações futuras estão cheias de parvinhos, idiotas e atrasados mentais sem qualquer educação, civismo ou sentido de responsabilidade!
(ena, que desabafo! sorry...)

beijos e boa semana

Carla Yu disse...

Com certeza que devem ser umas "pitas" parvinhas, que acham piada à adrenalina do perigo. Dos outros!!!

Caramba, deve ter sido um valente susto!

Beijocas

SC disse...

Que cena revoltante!
É pura falta de civismo, com a idade a ajudar na irresponsabilidade.

Costinhas disse...

Irresponsabilidade pura e dura...

Enfim.

Beijinhos