sexta-feira, outubro 28, 2005

Quando

não gosto da situação em que me encontro, faço tudo o que está ao meu alcance para mudar. O que não significa que às vezes não seja difícl.
Mas, quando me sito bem, não gosto de mudanças. Por norma gosto da monotomia diária.
Gosto de acordar aquela hora, e não a outra.
Gosto de apanhar o autocarro sempre à mesma hora.
Gosto de tomar o meu café no café do custume.
Gosto de chegar ao meu local de trabalho e abrir as minhas páginas favoritas e lê-las.
Gosto de almoçar no sitio do custume.
Gosto de sair à mesma hora de sempre.
Enfim, gosto da vida simples e sem grandes surpresas, entenda-se como suspresas, coisas que me façam mudar o meu ritmo de vida.

Neste momento, gosto muito do meu local de trabalho. Temos um ambiente muito bom, somos todos muito bem tratados. Não fazemos horas extraordinárias nem trabalhamos aos fins de semana e feriados. Enfim, não somos explorados. Há sempre uma palavra de agradecimento por o trabalho efectuado. Sinto-me bem aqui.

Esta semana fui contactada para ir a uma entrevista de emprego. Eu não mandei curriculo nenhum, e neste momento estou sem telemóvel. A única forma de contacto é o e-mail.
Mesmo assim, insistem em contactar-me. Ontem enviei um mail onde disse que só teria disponibilidade para mudar de local de trabalho em Fevereiro próximo.
Mesmo assim, insistem, querem falar comigo...

Por um lado fico contente, por outro, mudança é sempre uma mudança.

3 comentários:

Marta disse...

Mas essa é uma decisão que só tens que tomar "à posteriori" certo?
Vai e ficas a saber o que é! Eu também sou assim, as coisas que me prendem a este trabalho são as mesmas que as tuas, as pessoas, o sitio, o saber que aqui já conquistei "o meu" lugar, tenho os meus amigos e as minhas rotinas, não tenho que provar a ninguém o que valho nem o quão profissional sou!

Mas quando se muda é pq existe uma razão mais forte~

Boa sorte e bom fim de semana!

sara s disse...

Então... isso é sempre positivo, vai lá ver o que eles querem :) não perdes nada com isso ;)

Cris disse...

Eu ando sempre a trocar de cliente, como sabes, trabalho de consultor é mesmo assim. Já tive como cliente duas farmacêuticas Alemãs...não tem nada a ver com os outros locais onde estive...eu sei que por si as farmacêuticas já são um local especial por excelência...existe sempre dinheiro! Mas o A. teve como cliente à pouco tempo uma farmacêutica Portuguesa (também muito bom local de trabalho)...e aí notei algumas diferenças entre estas e as que trabalhei...cheguei à brilhante conclusão...a grande grande diferença é a gestão, a cultura alemã. Isso minha amiga, faz muita diferença, sabem respeitar-nos, eles dão muita importância ao colaborador. O teu trabalho actual é assim, o chefe é alemão!
Mas depois deste discurso todo, gostaria de te dizer que não tens nada a perder em ir ouvir o que te tem a oferecer. Eu hoje penso que as mudanças são sempre possitivas.