sexta-feira, agosto 19, 2005

Alianças

Quando casei, fiquei a saber o qual o significado das alianças.
As alianças não tem principio nem fim, não se percebe, são infinitas, tal como o amor deve ser... Normalmente são de ouro, material precioso, tal como o amor.

Antes de colocarmos as alianças um no outo o Padre X., disse-nos que a partir do momento em que colocassemos aquelas alinaças (eram as minhas e dele primeiras alianças, nunca tinhamos usado qualquer tipo de alianças) sabiamos que cada uma delas teria um par. Esse outro par estaria no dedo do nosso outro eu. Sempre que olhassemos para a nossa aliança saberiamos que algures, estaria o outro, com o par dessa aliança à nossa espera. Já não estavamos sozinhos, tinhamos um par, alguém à nossa espera.

Dou por mim, a olhar para as minhas mãos, vejo a minha aliança e lembro-me destas palavras. Sei que algures por aqui, está o meu outro eu, a minha cara metade, o meu companheiro, o meu amigo, o meu marido, o meu amor...infinito e precioso.

Amo-te meu amor...

3 comentários:

Xana disse...

Confesso que as alianças para mim não têm grande significado e nunca devo usar nenhuma, mm que me case no papel.

Não preciso de uma aliança para me lembrar dele.

Mas compreendo o que queres dizer e não considero ter mais ou menos "razão" que tu. Apenas somos diferentes. :)

Eu disse...

Claro, somos diferentes.
claro que não é por ter uma aliança no dedo que de repente passei a pensar nele.. não é isso, o que me levou a escrever este post, é que sempre que olho para a minha mão e vejo a aliança, lembro-me das palavras do Pe.X. e Dou comigo a sorrir... é só...

Cris disse...

Que romântico! Com uma declaração destas quem deve de estar a rir é o Gu!
Beijinhos para os dois, gosto muito de vos ver felizes!